Image Memorial Laboratório e Imagem

Atendimento ao Cliente

(71) 4004-0107

Fique Atualizado

Gostaria de receber informações e novidades sobre o Image Memorial?

Autorizo o recebimento de informações via e-mail.

Não tenho interesse em receber informações via e-mail.





Masculino Feminino



Atenção: O nono digito (9) será adicionado automaticamente nos celulares de SP.


Enviando
Aguarde. Estamos redirecionando para a página de
Resultados de Exames.


Localize uma unidade





Sobre a DASA

Informações gerais sobre a DASA, maior empresa da América Latina e quarta maior do mundo.

Saiba mais

Sobre o Image Memorial

Informações gerais sobre o Image Memorial Medicina Diagnóstica.

Saiba mais

Sustentabilidade

O Image Memorial está comprometido a ser uma empresa ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável

Saiba mais


Homocistinúria

Homocistinúria

 

Homocistinúria: diagnóstico precoce pode salvar vidas

A homocistinúria é uma doença hereditária causada pela deficiência da enzima cistationina beta-sintetase (CbS), que atua no metabolismo do aminoácido metionina, um dos componentes das proteínas dos seres vivos. Na ausência da sua atividade, acumulam-se no corpo compostos derivados deste aminoácido que podem se tornar tóxicos para o organismo. Apesar de rara, ela pode ser detectada, ainda nos primeiros dias de vida, pelo teste do pezinho. A importância do teste é reconhecida por especialistas e pelo governo, que vem aumentando seus esforços para conscientizar a população sobre o exame. O diagnóstico precoce de doenças como a homocistinúria pode garantir encaminhamento para o tratamento adequado, evitando complicações futuras.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem mais de 5 mil doenças raras conhecidas, entre elas a homocistinúria. Desse total, 80% são de origem genética, sendo que 75% atingem as crianças. Estima-se que 50% dos casos são diagnosticados tardiamente, aumentando o desafio que é conviver com o problema, tanto para os pais como para os filhos.

O teste do pezinho deve ser realizado nos primeiros dias de vida, pois a maior parte das doenças identificadas por ele não apresenta sintomas ao nascimento. Além disso, caso não sejam diagnosticadas e tratadas o mais breve possível, podem causar danos irreversíveis à saúde, inclusive retardo mental. Existem três variações do teste: a versão simples, a plus e a ampliada, que pode detectar até 37 doenças e garantir maior eficácia no resultado.

Tratamento

Procurar um médico com regularidade e, principalmente, aos primeiros sinais da doença é fundamental para que ele possa indicar o melhor tratamento para cada caso. Somente o médico deverá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.

Além do retardo mental, cerca de 97% dos pacientes portadores de homocistinúria podem sofrer, como consequência, luxação do cristalino (doença que pode provocar o glaucoma) e outros males como miopia, osteoporose, escoliose e distúrbios do comportamento. Como a doença não tem cura, o tratamento consiste em dieta hipoproteica, restrita em metionina, isto é, o indivíduo deve evitar alimentos ricos em proteínas, como carnes, aves, feijão, leites e derivados. Aproximadamente metade das pessoas afetadas consegue se beneficiar das terapias atuais.

O acompanhamento médico do paciente após o diagnóstico é extremamente importante. Como a doença pode gerar complicações diversas, pode ser necessário buscar avaliações frequentes de especialistas distintos, como endocrinologista, neurologista e oftalmologista, a fim de minimizar possíveis complicações.

 

Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039RJ)
Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)

 

Veja também:   

Compartilhe:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Indicar para um Amigo
  •  

    Indique para seu Amigo




















 
 
 
Image Memorial Laboratório e Imagem © 2017 Image Memorial Laboratório e Imagem. Todos os direitos reservados.